Infectologista fala da atenção necessária nas academias com o coronavírus

Academias na pandemia de COVID-19: riscos e cuidados caso reabram

A reabertura das academias de musculação e ginástica exige cuidados e cautela diante da pandemia de coronavírus, ainda não superada no país. Apesar da importância desses espaços para a prática de atividade física, o uso compartilhado de equipamentos, os ambientes com poucas janelas por conta do uso de ar condicionado e a proximidade entre as pessoas implica riscos. 

Quem decidir ir às academias, em caso de reabertura, precisará evitar colocar a mão nos olhos, boca e nariz e cobrar dos responsáveis pelos estabelecimentos a limpeza de colchonetes e equipamentos com álcool 70% frequentemente, além de outros cuidados, como reforça a infectologista Gabriela Margraf Gehring. "Será necessário manter o distanciamento entre as pessoas, evitar aglomerações dentro dos espaços, manter janelas abertas e ambientes bem ventilados, disponibilizar álcool gel para limpeza dos equipamentos a cada uso. E para os frequentadores: cobrir com lenço ou com o braço ao tossir ou espirrar e não levar a mão à boca, nariz e olhos", afirma.

Exercícios físicos ajudam a fortalecer o sistema imunológico, o que faz com o que o corpo responda melhor a organismos invasores, como os vírus. Mas é importante lembrar que qualquer aglomeração e contato próximo, neste momento, representa perigo à saúde. A recomendação ainda é que as pessoas fiquem o máximo possível em casa, principalmente se estiver com sintomas de gripe. 

"Ainda não atingimos o pico da epidemia. Os casos estão aparecendo agora e devem aumentar ainda nas próximas semanas. Os cuidados com a prevenção devem continuar sendo realizados da melhor maneira possível. O retorno da circulação de pessoas sem os cuidados adequados pode levar a uma transmissão muito elevada do vírus e aumentar os casos exponencialmente", alerta a infectologista. 

Em Ponta Grossa, as academias estão fechadas por ordem municipal desde a semana do dia 23 de março. A partir de 6 de abril, a Prefeitura tem orientado a reabertura gradual do comércio com horário reduzido e escala em rodízio. Há expectativa de que o decreto de reabertura de academias seja divulgado nesta semana. A decisão de permitir o funcionamento divide opiniões. 

Robson Netto, que pratica o Crossfit  acredita que não voltará aos treinos mesmo com a reabertura. "São medidas muito precoces e levam em consideração apenas dados regionais, que aparentemente são bons. Antes da quarentena, no crossfit já haviam reduzido o número de alunos por aula, o que parece interessante agora mas ainda é potencialmente perigoso. Vou avaliar bem as condições antes de decidir se volto ou não", explica.

Enquanto isso, Robson procura treinar em casa. O 'box' de crossfit que frequenta criou um programa de treinos em casa que ele procura seguir no mesmo horário que treinava antes. "Eles emprestaram alguns equipamentos para os alunos, como bastão, anilha e pesos, o que ajudou muito", conta.

Já Isabela, que treina há 7 anos em academia e já chegou a participar de uma competição de fisiculturismo, concorda com a decisão das autoridades do município. "Consegui adaptar alguns exercícios em casa, porém nada se compara ao desempenho dentro da academia. Em alguns dias sofri com dores, devido a essa pausa, visto que treino há 7 anos sem parar. Outro fator impactante na minha vida foram as crises de ansiedade, que se tornaram mais frequentes com a academia fechada", afirma. 

Por outro lado, Isabela também sabe que o momento ainda exige cuidados. "Quem deseja ir até a academia deverá ter cuidados redobrados e os funcionários dessas academias devem ser fiscais neste momento para evitar ao máximo as aglomerações, manter o ambiente ventilado e tudo muito bem higienizado. Eu acredito que cada um deve fazer a sua parte e que com medidas de segurança bem elaboradas, conseguiremos progredir. Medidas de higiene devem ser levadas em consideração sempre daqui em diante. Reforço: todo cuidado é pouco, não podemos baixar a nossa guarda", complementa.

Fonte:https://www.netesporteclube.com.br/ponta-grossa/9694/academias-na-pandemia-de-covid-19-riscos-e-cuidados-caso-reabram

Outras Notícias

Instabilidade nos servidores, rádio fora do ar

Devido a uma instabilidade dos servidores onde é hospedada a Rádio Academia Grátis, ficamos fora do ar por um período...

3 dicas de como ter uma alimentação mais saudável

O período de isolamento social por conta da pandemia da COVID-19 modificou a rotina de muita gente, certo? Um dos des...

App da Rádio Academia Grátis disponível

Baixe grátis o aplicativo da rádio para sua academia! Com a Rádio Academia Grátis você terá uma playlist completa e a...

Academias recuperam 45% dos clientes em cidades em que houve reabertura

Há muitas dúvidas sobre como será a retomada econômica para os setores mais afetados pela pandemia do novo coronavíru...

Fora do ar

A RÁDIO ACADEMIA GRÁTIS – infelizmente – ficou fora do ar neste sábado de 13h até aproximadamente 23h.A justificativa...